Tempo de Lembrar: Exercitar o cérebro é importante

Exercitar o cérebro é importante para manter e desenvolver a memória, a concentração e o raciocínio.

Algumas atividades diárias podem ajudar a treinar o cérebro e manter a mente ativa, como ler por prazer, aprender um novo idioma ou tocar um instrumento, investir no aprendizado (acumulativo processo de ensinamento por etapas, como a matemática), além de jogos e quebra-cabeças, tabuleiro ou até mesmo os jogos de videogame.

Já é do conhecimento popular que, para manter a saúde e o bem-estar, é necessário ter uma alimentação saudável e realizar exercícios físicos com frequência. Tais atitudes podem melhorar o funcionamento dos órgãos, função cardiorrespiratória, prolongar a vida, entre outros benefícios. Contudo, pouco se fala sobre a manutenção da saúde da mente, pois, assim como o corpo físico, o cérebro também precisa de atividades e exercícios regulares.

Manter a mente intelectualmente ativa é um desafio, especialmente para as pessoas idosas. Geralmente aposentadas, elas perdem o costume de resolver situações que exigem esforço intelectual.

Foi pensando nisso que, no Centro de Múltiplas Referências e Convivência do Idoso Vovó Ziza, na Capital de SP, foi criada a Oficina da Memória, com jogos e atividades que visam estimular o cérebro, a memória, concentração e o raciocínio dos idosos atendidos.
“Tudo aqui estimula a memória afetiva, memória de longa e de curta duração. Utilizamos muitos jogos, música, caça-palavras, palavras cruzadas, Sudoku”, explica a professora Cristiane Silva Bonfim, pedagoga responsável pela Oficina.

De acordo com o médico geriatra e professor de Clínica Geral na Universidade São Paulo (USP), Paulo Camiz, o conceito de “exercitar o cérebro” é algo recente. Há cerca de 15 anos, pesquisas revelaram que os neurônios têm a capacidade de se regenerar e formar novas conexões.

Uma delas envolveu motoristas de táxi e motoristas de ônibus em Londres, na Inglaterra. Ressonâncias cerebrais evidenciaram que a área do cérebro responsável pela orientação espacial era mais desenvolvida nos taxistas. “Isto porque os taxistas faziam novos trajetos a cada dia, ao contrário dos motoristas de transporte coletivo, que sempre refaziam a mesma rota”, explica o médico e professor.

Além disso, Paulo aponta que há estudos que comprovam o aparecimento de Alzheimer em pessoas que se aposentam muito cedo ou com menos escolaridade. Este resultado pode ser indício das consequências de não manter a atividade cerebral ativa.

“Isso representa bem a importância de se manter ativo intelectualmente”.

Fonte: ogeriatra

Curta a nossa página no face:

http://www.facebook.com/pages/Faculdade-do-Saber/300331506651141

Cursos Profissionalizantes. Curso de Berçarista em Santos, curso de Excelência no Atendimento em Praia Grande, curso de Recreação em Santos, curso de Copeira Hospitalar em Cubatão, curso de Copeira Hospitalar em Santos, curso de Cuidador de Idosos em Itanhaém, curso de Lactarista em Santos, curso de Contador de Histórias em Guarujá, curso de Cuidador de Idosos em Santos, curso de Inclusão Escolar em Santos, curso de Recepção Clínica Hospitalar em Santos, curso de Planos e Projetos Pedagógicos em Santos.

Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/fasabsantos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>